A exposição de Mario Testino em Madri

Kate Winslet e Daria Werbowy, em imagens da exposição

 

Tudo ou Nada, super exposição de Mario Testino, em Madri, está provocando recorde de público no tradicional  Thyssen-Bornemisza. Os corredores do museu, acostumados a Monet, Renoir e Van Gogh, nunca estiveram tão disputados. E não por menos: até janeiro, os artistas dividem espaço com 54 cliques de Testino, incluindo nus de Jennifer Aniston, Kate Moss e outras famosas registradas pelo peruano.

As fotos foram escolhidas pelo próprio fotógrafo para esta que é a sua primeira exposição na Espanha, que causou protestos de parte da comunidade artística espanhola. Vogue conversou sobre a polêmica com o diretor do Thyssen, Guillermo Solana, que peitou os classicistas com a bandeira de levar a moda para dentro dos museus tradicionais. “A moda sempre teve um papel protagonista nos museus, como no Metropolitan de Nova York. Mas na Espanha há ainda um provincianismo, um certo puritanismo na cultura, que vê a fotografia como uma arte frívola, sem lugar nos museus. Eu quis quebrar com isso”, contou Solana.

Embora polêmicos, os cliques de Testino, que vão desde “desroupadas” a campanhas do peruano para 0 high couture, levantaram o público do Thyssen, que andava meio distante por causa da crise econômica do país. A exposição, segundo Solana, recebe cerca de 1.200 visitantes diários desde que abriu as portas, em setembro.

O nome da mostra, Tudo ou Nada, reflete o dualismo da exposição, que mistura fotos inéditas e clássicas, tradicionalismo e vanguarda, nudismo e muita roupa. O itinerário começa em uma sala bem comportada, mas não menos interessante, com fotos de campanhas. Os cliques ficam mais modernos à medida que se avança na exposição, com seminus, como o que desvela as tattoos nos seios de Marina Dias. Daí para frente, espere imagens que vão de uma misteriosa Gisele Bündchen despindo-se de um vestido ao nu frontal de Kate Moss, passando por Demi Moore só de salto alto e pelas desinibidas Cameron Diaz, Gwyneth Paltrow, Claudia Schifer, Linda Evangelista e Cindy Crawford. Para encabular até Van Gogh.

“É uma exposição deliciosa de ver. Tem a mão de Mario em cada detalhe, desde a disposição das fotos até a iluminação, que ele ficou dois dias arrumando”, diz o diretor do Thyssen.

Testino e Eva Herzigova na abertura da mostra, Astrid Muñoz, Daria e Natalia Vodianova (à esq.) também prestigiaram o fotógrafo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: