O futuro da Alexander McQueen

 

Depois da boa estreia de Sarah Burton à frente da Alexander McQueen — sucedendo ao estilista depois de sua morte, em fevereiro deste ano — a marca vai delineando seu futuro.

Há um mês, a casa inglesa retomou o controle da McQ, segunda linha da marca, após o fim do contrato de licença com a companhia italiana SINV SpA. O estilo será comandado por Pina Ferlisi, que já passou pela Gap e pela Marc By Marc Jacobs.

Pina Ferlisi, que assume a McQ, e looks da última coleção da marca, exibida em 2007

“A nova coleção terá muita referências a McQueen – uniformes escolares, smokings, trajes militares e fetichistas, além do McQueen clássico”, disse Pina à Vogue inglesa. “No ano que vem, a McQ terá acessórios, jóias, sapatos e bolsas. Há muita moda descartável por aí, mas a McQ está longe disso. Serão peças em edições limitadas”, completa a estilista. A linha será ainda 25% mais barata do que anteriormente, segundo adiantou o The Cut.

Enquanto isso, Sarah Burton reafirma sua reverência a McQueen na linha principal da casa. “Olhando seu arquivo, há um frescor de ideias. Lee fez coisas incrivelmente inovadoras”, disse Sarah à Vogue inglesa. “A marca sempre foi muito boa em contar histórias e vamos contar uma sobre individualidade.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: